Em entrevista ao The Daily Mail, a atriz Charlize Theron, de 43 anos, revelou que seu filho mais velho – que foi originalmente apresentado ao mundo como menino – é na verdade uma garota.

“Eu também pensei que ela era um menino. Até que ela olhou para mim quando tinha três anos e disse: ‘Eu não sou um menino!'”, disse a atriz que tem “duas lindas filhas” e que espera que ambas prosperem.

Para ela, seu trabalho como mãe é celebrar e amar seus filhos, independentemente de suas identidades. “Quem elas querem ser não é decisão minha”, disse. “Elas nasceram quem são”.

“Eu fui ensinada pela minha mãe que você tem que falar; tem que saber que, quando esta vida acabar, terá vivido a verdade com a qual está confortável e que nada de negativo pode vir disso.”

Esta não é a primeira vez que a atriz se abre sobre a identidade de gênero da filha. Em uma entrevista com a Access no ano passado, ele já tinha dado a entender que seu filho era uma menina.

“Eu olho para as minhas duas lindas garotas e acho que tenho a preocupação de que toda mãe tem. Eu não acho que seja diferente. Eu quero que elas estejam seguras, e eu quero que elas vivam todo o seu potencial”, concluiu.

PASSADO DE VIOLÊNCIA

Sobre o passado, e sua educação com um pai alcoólatra e violento, a atriz havia revelado em 2017, em entrevista a Howard Stern que sua mãe atirou e matou seu pai em legítima defesa.

“Eu apenas fingi que não aconteceu. Não contei a ninguém – não quis contar a ninguém. Sempre que alguém me perguntava, dizia que meu pai morreu em um acidente de carro. Quem quer contar essa história? Ninguém quer contar essa história.”

Ela disse que as pessoas não sabiam “como reagir” quando ela contava a história, e disse que não queria “sentir-se uma vítima”. “Eu lutei com isso por muitos anos até que realmente comecei a terapia”, comentou.

ATIVISMO

Charlize Theron é ativista LGBTQ de longa data. Em 2009, ela disse que não se casaria com seu então namorado Stuart Townsend até que o casamento igualitário fosse realidade nos Estados Unidos.

Em 2017, ela interpretou uma espiã bissexual em Atômica. Naquele mesmo ano, revelou em uma entrevista com Andy Cohen que teve experiências sexuais com pessoas do mesmo sexo. “Ooh! Quando eu era jovem, sim. Quando você é jovem, você está apenas explorando tudo. Mas ficou bem claro que eu realmente gosto de caras.”

Perguntada sobre interpretar um personagem bissexual, ela disse: “Por que não? É tão estranho quando falamos muito sobre isso. Deveria ser mais comum agora. É algo que eu sinto que não é representado o suficiente no cinema… Sinto que quando você faz filmes, se você vai segurar o espelho e refletir a sociedade, então você deve refletir a sociedade.”

 

Related Posts

Comentários

Comentário