Quais seus beijos preferidos?! Nós fizemos uma seleção com os Dez Beijos Mais Icônicos de Todos os Tempos. É sempre um desafio escolher os melhores. Mas tem beijo pra todo gosto. De beijo de novela a beijo de cinema. Beijo da vida real e muitos que fizeram história.

Madonna, Britney Spears e Christina Aguilera

O beijo do POP. No VMA de 2003, MadonnaChristina Aguilera e Britney Spears, vestidas para um casamento, roubaram a cena e se beijaram diante dos olhos do mundo. O beijo sinalizaria, para muitos, a passagem do reinado do pop, para as duas princesinhas. Foi um beijo lindo, e super marketeiro, que entrou para o rol das principais apresentações da história da premiação e até hoje rende pano pra manga.

Pabllo Vittar e Diplo

Agora um beijo do nosso pop! Em 2017, no clipe de “Então Vai”, a drag queen mais seguida do mundo não perdeu a chance de beijar o Dj e produtor Diplo. Em entrevista com a Charli XCX para a Revista Paper, a cantora falou sobre o beijo: “A boca de Diplo e a minha foram feitas uma para outra. Os lábios dele são doces e macios, é como se eu tivesse comido jambo, que é uma fruta doce e deliciosa do Brasil. Eu não tenho palavras”. No Coachella desse ano, Diplo postou uma foto ao lado da queen, com a legenda “My wife”… O beijo deve ter sido bom!

Felix e Niko

O beijo que parou o Brasil? Talvez, mas com certeza um dos mais aguardados. Protagonizado por Mateus Solano e Thiago Fragoso na pele de Félix e Niko, o último capítulo da novela “Amor à Vida”, em 2014 fez história. Todo mundo falou desse beijo no dia seguinte. Quem gostou e quem não gostou. Foi o primeiro beijo entre um casal gay na TV, e a Globo tinha como polêmica o corte no beijo do Bruno Gagliasso na novela “America”, que o ator interpretava Júnior. Recentemente a trama foi exibida no México, na TV Azteca, como “Rastros de mentiras”. No entanto, a icônica cena foi mostrada apenas em parte.

Marcela e Marina

As atrizes Luciana Vendramini e Giselle Tigre também protagonizaram o primeiro beijo entre um casal lésbico da TV brasileira. Em 2011, na novela “Amor e Revolução”, do SBT. Três anos antes do beijo de Felix e Nino. A cena foi linda, mas não deu tanto o que falar.

Wings

Em 1927, os atores Buddy Rogers Richard Arlen protagonizaram o primeiro beijo gay na história do cinema, no filme “Wings”, vencedor do Oscar de Melhor Filme daquele ano. No longa, os astros de Hollywood são dois pilotos de combate que disputam a afeição de uma mesma mulher (Clara Bow), mas quem acaba se beijando mesmo na história são os pilotos.

Elizabeth Bishop e Lota de Macedo

As atriz brasileira Glória Pires fez uma cena linda de beijo, ao interpretar a arquiteta Lota de Macedo, que teve um relacionamento com a poetisa norte-americana Elizabeth Bishop, interpretada no filme “Flores Raras”, pela atriz Miranda Otto. Bishop escreveu alguns de seus melhores poemas no Brasil e traduziu as obras de João Cabral de Melo Neto e Carlos Drummond de Andrade.

O icônico que nunca existiu

A imagem vencedora do Prêmio Pulitzer na categoria Spot Photography em 1968, foi do fotógrafo Rocco Morabito, intitulada “Beijo da Vida”, e mostra o instante em que o operário J. D. Thompson tenta salvar a vida de seu colega de trabalho Randall G. Champion, após este receber um choque de alta tensão. A foto foi publicada na edição seguinte do jornal de Rocco e ganhou o mundo onde sua repercussão foi imediata. Apesar de entrar para a história como o beijo gay mais icônico do século XX, a foto retrata o momento em que Randall estava totalmente inconsciente.

Tereza e Estela

Quem não se lembra do primeiro capítulo da novela “Babilônia”, com certeza se lembra da polêmica sobre o beijo das atrizes Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg, em 2015. Dois anos depois, em entrevista às Páginas Amarelas da Veja, Fernanda disse que pediu ao autor (Gilberto Braga), que escrevesse a cena do beijo para o primeiro capítulo. “Foi um beijo suave, de amor, sem erotismos, nem sexualidade, mas tenho impressão que hoje não causaria nenhum escândalo”.

Star contra as Forças do Mal

Um beijo ainda mais fofo, mas não menos polêmico e icônico foi em 2017, na série de animação Star contra as Forças do Mal, a primeira vez que a Walt Disney apresentou um beijo entre duas pessoas do mesmo sexo. Nenhum dos filmes ou séries de animação da empresa havia mostrado um beijo gay ou lésbico. Não foi entre os personagens principais, mas em um momento em que acontece um show de música, quando, de repente, todo o público se beija, e no meio dele um casal de homens e outro de mulheres.

Jonnhy Hooker e Liniker

Foi no Rock In Rio de 2017, o cantor pernambucano Johnny Hooker, uma das atrações do Palco Sunset, convidou a cantora Liniker para um dueto da música “Flutua”. Durante a apresentação, eles se beijaram no palco, com a frase “amar sem temer” no telão ao fundo. O beijo acabou puxando um beijaço entre os casais que estavam na plateia.

Beijo bônus:

O que mais teve na série Sense8, da Netflix foi beijo e pegação. E entre todos os personagens. Por isso terminamos essa seleção do Dia do Beijo, com os  melhores beijos dessa série que vai deixar saudades (pelo menos de cenas como essas).

Quais os seus beijos preferidos ou mais icônicos?! Deixa aqui nos comentários.

Related Posts

Comentários

Comentário