Nesta quarta-feira (24), a Casa da Moeda do Canadá lançou uma edição comemorativa aos 50 anos da descriminalização da homossexualidade no país. A “moeda da igualdade” foi aprovada pelo Governo de Justin Trudeau em dezembro de 2018, e já está em circulação.

A nova moeda tem o valor de um dólar canadense, e foi criada pelo artista Joe Average, trazendo uma sobreposição dois rostos estilizados, que pretendem refletir “a fluidez e o espetro de gêneros”, deixando espaço para diferentes interpretações. O desenho pode representar tanto dois indivíduos como os diversos aspetos da identidade de uma só pessoa.

Esta face da moeda inclui ainda as palavras “equality” e “egalité” [“igualdade”, em inglês e em francês, respetivamente] e as datas “1969” e “2019”, para assinalar os 50 anos da entrada em vigor das leis que descriminalizaram a homossexualidade no Canadá.

Um país mais rico

O ministro das Finanças do país, Bill Morneau, salientou durante a cerimônia de lançamento, a relevância social deste momento. “A moeda da Igualdade reconhece os triunfos [dos canadenses] e nos encoraja a construir um Canadá melhor, mais inclusivo — porque, tal como a própria moeda, quanto mais igualdade tivermos no Canadá mais ricos somos”.

Meio século antes, Pierre Trudeau (pai do atual primeiro-ministro), ainda como ministro da Justiça, disse uma frase histórica. “Não há lugar para o Estado nos quartos desta nação”.

Anos depois, quando se tornou primeiro-ministro foi o responsável pela introdução de alterações ao código penal do Canadá, trazendo a visão de que “o que é feito em privado entre adultos não diz respeito ao código penal”. E dois anos depois, em 1969, foi aprovada a lei que descriminalizou a atividade sexual consentida entre indivíduos do mesmo sexo com mais de 21 anos.

Related Posts

Comentários

Comentário