O Pink Popcorn está de volta com suas listas curiosas sobre o cinema LGBT e hoje nós conheceremos 15 personagens da Disney que você não imaginava que eram gays! Lembrando que tudo o que for citado aqui é uma interpretação e de nenhuma maneira deve ser visto como uma representação do que a Disney criou para os seus personagens.

1. Ursula (A Pequena Sereia)

Esse é talvez o exemplo mais famoso de um vínculo direto com a comunidade LGBT. A Disney criou a vilã icônica Ursula, a Bruxa do Mar, usando a imagem e personalidade da drag queen Divine. Em A Pequena Sereia, ela seduz, manipula e é teatral. E acima de tudo, ela faz tudo isso não esquecendo a coisa mais importante, a linguagem corporal que toda drag precisa ter.

2. Scar (O Rei Leão)

Por que incluir Scar na lista? Claro que ele é afeminado, bicha má, e no final do filme parece não ter tido um relacionamento com qualquer uma das leoas enquanto Simba fugiu e cresceu. Mas isso não faz dele gay, certo? Scar é um exemplo de um gay cuja sexualidade está codificada. Isso significa que é preciso usar pistas para identificar que ele é gay. Dessa forma, o público entendeu que Scar é queer mesmo que ele não sinta atração pelo mesmo sexo. Isto é muito mais comum em filmes da Disney do que você poderia pensar, mas talvez a melhor representação seja do nosso próximo personagem.

3. Governador Ratcliffe (Pocahontas)

Você sempre vai encontrar um personagem da Disney com esteriótipos de um homem gay. É um arquétipo utilizado há décadas em Hollywood, quase sempre interpretado por um ator britânico ou com um sotaque inglês refinado. Ratcliffe foi interpretado pelo ator gay David Stiers, o que não significa que o personagem seja gay. Mas porque será que os cineastas quiseram que o Stiers fosse delicado ao invés de heteronormativo como seu personagem em M*A*S*H? A Disney tem muitos outros personagens que nós poderíamos chamar hoje em dia de metrossexuais, ou até com um pé fora do armário, como Jafar de Aladdin, Capitão Gancho de Peter Pan, o príncipe João de Robin Hood e até mesmo Doutor Facilier em A Princesa e o Sapo, que lembra bastante o cantor Prince. Existem vários outros.

4. Professor Ratagão (As Peripécias do Ratinho Detetive)

Não lembra do filme? Professor Ratagão é uma versão do personagem Homem Anônimo, o maior inimigo de Basil, versão de Sherlock Holmes. Desde o início, os dois são arqui inimigos, mas os críticos de cinema sugeriram que poderia haver uma tensão sexual entre os dois, já que a canção “Goodbye So Soon”, do Ratagão é praticamente uma canção de amor. O nome de Ratagão também poderia ser uma homenagem dramaturgo gay do século 20 Terrence Rattigan.

5. Hades (Hercules)

Nem preciso falar muito desse personagem. Apenas que ele é mais um almofadinha dos anos 90, que mais parece o melhor amigo gay de uma garota.

6. Timão e Pumba (O Rei Leão)

Gays codificados não tem que ser vilões. Em Rei Leão, Timão e Pumba são flamboyants, divertidos e até mesmo são por si próprios um bom argumento para pais do mesmo sexo. Timão foi dublado originalmente pelo ator gay Nathan Lane, e ao contrário Scar é exatamente os estereótipos gays que faz com que ele e Pumba sejam cativantes para as crianças. Além disso, Hakuna Matata é uma canção sobre ser livre de suas preocupações. Poderia ser muito bem cantada por Diana Ross ou Pabllo Vittar.

7. Gênio (Aladdin)

Um dos personagens mais emblemáticos da Disney, o Gênio sabe mais da cultura pop e crossdress do que RuPaul. ‘Estou ficando muito apaixonado por você, garoto’, ele dizia ao Aladdin depois que de salvá-lo. ‘Não que eu queira para escolher cortinas, ou qualquer coisa.’

Gostou desses personagens? Mas não acabou por aqui! Descubra no vídeo do Pink Popcorn quem são os outros personagens gays da Disney e quais teorias rodam a sexualidade deles. Assista:

Related Posts

Comentários

Comentário