Nesse mês, o Eu Leio LGBT nos mostrou livros que contassem um pouco da realidade da perseguição a homossexuais na Alemanha nazista.

Para concluir a sequência que envolveu os livros “Marcados pelo Triângulo Rosa” e “Eu, Pierre Seel, Deportado Homossexual”, Felipe Cabral comenta o livro “Triângulo Rosa – Um homossexual no campo de concentração nazista”, que narra a história de Rudolf Brazda, o último sobrevivente gay dos campos de concentração.

O livro reúne muita informação sobre o período histórico e compartilha conosco um relato bastante sincero de Rudolf sobre tudo que viveu. Sua raiva, rancor, pelos absurdos que teve que passar, até a decisão de se pronunciar no auge dos seus noventa anos.

É uma história que merece ser lida, pra que a gente não se esqueça do que muitos homossexuais sofreram no passado e nos incentive a continuar lutando por mais liberdade, diversidade e respeito. Confira a análise na íntegra no vídeo abaixo:

Related Posts

Comentários

Comentário